Nascido em São Tomé e Príncipe, José A. Chambel vive e trabalha em Portugal. Estudou fotografia no Instituto Português de Fotografia, de 1992 a 1994.

As suas imagens, que exploram uma linguagem estética entre a arte e o documento, foram exibidas em exposições individuais e coletivas em vários países e fazem parte do acervo de coleções públicas e privadas, tais como a coleção do Centro Português de Fotografia, a coleção do Centro Cultural de São João da Madeira, a Fundação Ormeo Junqueira Botelho, Fundação PLMJ e a Coleção Lusofonias da Perve Galeria.

De entre os vários projetos que José A. Chambel levou a cabo destacam-se “Arqueologia Industrial” (Portugal), “Tchiloli” (São Tomé e Príncipe), “Tabanka” (Cabo Verde) e “Capital” (Ilha do Príncipe).

É membro-fundador e atual presidente da Plataforma Cafuka – Associação de Artistas Naturais de São Tomé e Príncipe.